domingo, 15 de janeiro de 2012

TRAGÉDIA: PAI DE FAMÍLIA É MORTO NA PORTA DE CASA

Não publicamos fotos sensacionalistas em respeito à dor da família.

          Por volta das 14 horas deste domingo (15/01), dois amigos conversavam tranquilamente no banco construído especialmente para essas conversas de final de tarde, em frente a residência da Família Botter, como de costume. Repentinamente um celta prata, ao tentar adentrar à Rua Minas Gerais, em velocidade não compatível com a manobra, perdeu o controle e invadiu a calçada, atingindo fatalmente Tarciso Nero da Silva, 66 anos, patriarca da família e morador do local.
          Já, Cirilo Ferreira de Souza, o amigo, apesar do choque, não se feriu com gravidade. O portão da casa também foi atingido e o motorista, fugiu sem sequer prestar socorro. A emergência foi acionada, mas nada pode fazer, pois foi constatado o óbito no local. A família está consternada, os vizinhos e moradores do Jardim Brasil assustados e revoltados. Com a chegada da polícia,  Carlos Benedito Rodrigues Borges, 34 anos, não é da cidade e  trabalha como encarregado nas obras da subestação. Momentos depois, o condutor, refugiado na casa de amigos contou que o pneu do carro estourou e por isso perdeu o controle do carro.
Único pneu danificado no veículo, causado pelo impacto e não por estouro, como alega o condutor.


          Segundo os moradores, não houve qualquer estouro, a não ser o ruído do impacto do veículo contra o portão, após colher a vítima. O motorista disse ainda que fugiu com medo de ser linchado pelos vizinhos, que se preocuparam somente em socorrer a vítima. Suspeitava-se do condutor estar embreagado, o que foi desmentido pelo exame do bafômetro, quando o indivíduo se apresentou às autoridades policiais por volta das 18h. Tudo leva a crer que o acidente foi imperícia ou imprudência. A documentação do veículo estava em ordem.
         A Folha se solidariza aos familiares, pois além de nossos vizinhos, são nossos amigos e lamentamos a irreparável perda, cobrando a correta e devida apuração dos fatos e punição do envolvido, colocando-nos a disposição, pois presenciamos a ocorrência desde os primeiros momentos. A Polícia Científica chegou no local por volta das 16h, interditou o local e tomou as providências para liberação do corpo. Maiores informações na edição impressa da próxima semana.


Um comentário:

  1. Fernanda Domingues da Silva16 de janeiro de 2012 05:57

    Infelizmente acidentes como esse que poderiam ser evitados, ocorrem por mera distração e por imprudência de condutores que pensam somente em si quando estão ao volante. Esse, foi só mais um.....Infeizmente! Quem lamenta agora é a família, que achando que seu lar seria um lugar seguro....acaba passando por uma situação dessa.

    ResponderExcluir